Ermida de Santa Ana

1/3

Situada a nascente, a sua construção data do século XVI, e situa-se no primeiro núcleo populacional situado em torno das “As quatro casas” e da Igreja Matriz. Sua devoção foi relacionada a Doña Ana, esposa de Don Alfonso de Guzmán, VII Duque de Medina Sidonia, aparentemente muito devotada ao santo de seu nome.

Este antigo templo passou a fazer parte do atual Convento das Irmãs da Cruz no início do século XX. Durante a “Vela” em julho, a imagem é processada no domingo mais próximo de seu festival.